terça-feira, 30 de junho de 2015

A 30 de Junho de 1805 - Morre, em Lisboa, o intendente geral da polícia Pina Manique, impulsionador da Casa Pia.


Diogo Inácio de Pina Manique (1733- 1805) foi uma figura marcante do absolutismo português no tempo de D. José e de D. Maria I. Entre outros cargos ligados à justiça foi intendente-geral da policia, cargo em que ganhou especial relevância na época.
Formado em leis pela Universidade de Coimbra, desempenhou sucessivamente, ao longo da vida, os cargos de juiz, desembargador, superintendente-geral dos Contrabandos e Descaminhos e intendente-geral da polícia.
A sua ação ganhou relevância quando, enquanto intendente da polícia, desenvolveu uma forte repressão em relação aos que defendiam ideias contrárias à política da coroa.
Proibiu a circulação de publicações, consideradas perigosas, e ordenou diversas prisões. Diversos Intelectuais, escritores e artistas foram obrigados ao exílio.
Em 1781 fundou a Casa Pia com o objetivo de acolher os pobres e os órfãos.