terça-feira, 21 de julho de 2015

A 21 de Julho de 2006 - Morre Ruy Jervis d´Athouguya, 89 anos, arquiteto modernista, coautor do projeto do edifício sede da Fundação Calouste Gulbenkian, Prémio de Arquitetura da Associação Internacional de Críticos de Arte.

Rui Jervis Athouguia

Ruy Jervis de Athouguia nasceu em Macau em 1 de Janeiro de 1917.
Concluiu a licenciatura em Arquitectura em 1948, na Escola de Belas Artes do Porto.
Trabalhou como profissional liberal e colaborou na Câmara Municipal de Cascais durante 4 anos, tendo realizado trabalhos importantes, como o Bairro dos Pobres da responsabilidade da Santa Casa de Misericórdia de Cascais.
Realizou diversos trabalhos de habitação colectiva entre os quais o Bairro de São João de Deus, o Bairro das Estacas em Alvalade (1950-55), com os arquitectos Formosinho Sanches e Maurício de Vasconcelos, na célebre célula de Alvalade e que mereceria um prémio na bienal de S. Paulo, de 1960.
Foi distinguido com o Prémio Municipal de Arquitectura de 1955. Seguiram-se a Escola Primária do Bairro S. Miguel (1956-57), a torre habitacional, em Cascais, o Liceu Padre António Vieira em Lisboa (1959) e o conjunto habitacional da Praça de Alvalade (posteriormente modificado a poente).
Foi autor, juntamente com Alberto Pessoa e Pedro Cid, do edifício da sede da Fundação Calouste Gulbenkian (1960-69).
Em 1975, recebeu o Prémio Valmor.
Faleceu em 21 de Julho de 2006.