quinta-feira, 6 de agosto de 2015

Afinal a Maria Madalena existiu mesmo!...




Quem por amor se perdeu
Não chore, não tenha pena
Uma das santas do céu
Foi Maria Madalena

Desse amor que nos encanta / Até Cristo padeceu
Para poder tornar santa / Quem por amor se perdeu

Jesus só nos quis mostrar / Que o amor não se condena
Por isso, quem sabe amar / Não chore, não tenha pena

A Virgem Nossa Senhora / Quando o amor conheceu
Fez da maior pecadora / Uma das santas do céu

E de tanta que pecou / Da maior á mais pequena
Aquela que mais amou / Foi Maria Madalena




Dos amores do Redentor
Não reza a história sagrada,
Mas diz uma lenda encantada
Que o bom Jesus sofreu de amor.

Sofreu consigo e calou
Sua paixão divinal,
Que assim, como qualquer mortal,
Um dia de amor palpitou.

Samaritana,
Plebéia de Sicá.
Alguém espreitando,
Te viu Jesus beijar,
De tarde quando
Foste encontrá-lo só,
Morto de sede,
Junto à Fonte de Jacó.

E tu, risonha, acolheste
O beijo que te encantou...
Serena, empalideceste,
E Jesus Cristo corou!

Corou, ao ver quanta luz
Irradiava da tua fronte,
Quando disseste: "Ó meu Jesus!
Que bem eu fiz, Senhor, em vir à fonte."