domingo, 11 de outubro de 2015

A 11 de Outubro de 1872 - Nasce Emily Davison, a sufragista que morreria "atropelada" pelo cavalo do rei inglês durante o Derby de Epsom.



Emily Wilding Davison nasceu a 11 de Outubro de 1872 e faleceu a 8 de Junho de 1913, foi uma activista militante do sufrágio na Grã - Bretanha. No dia 4 de Junho de 1913, no Derby de Epsom, saltou para a pista e colocou-se em frente do cavalo do rei Jorge V, acabando por falecer quatro dias depois devido aos ferimentos causados.
Em 1906 filiou-se no Grémio Político e Social das Mulheres (UPSM) e comprometeu-se na defesa dos direitos das mulheres. Devido às suas acções contra a opressão e a violação dos direitos da mulher, foi detida e presa por vários delitos, entre eles um ataque a um homem que confundiu com o ministro da Fazenda, David Lloyd George. A determinada altura fez greve de fome na prisão de Strangeways e teve que ser alimentada à força. Na prisão de Holloway, como forma de protesto contras as injustiças, atirou-se (ou empurraram-na) por uma escada de ferro e sofreu lesões graves na coluna.
O propósito de Emily Davison quando assistiu ao derby de 4 de Junho de 1913 era claro: fazer campanha pelo direito ao voto feminino. No que diz respeito ao incidente dramático que causou a sua morte, diz-se que Emily estava apenas a tentar colocar um cartaz sufragista no cavalo, terá calculado mal a distância e acabou por ser atingida pelo mesmo. A sufragista havia comprado um bilhete para um baile de apoio à sua causa que se celebraria mais tarde, o que indica que não teria a intenção de sacrificar-se.