Notícias na Hora

Loading...

sábado, 16 de Janeiro de 2010

Os simbolos dos Maçons


Os maçons foram buscar em fontes distintas os elementos que sinalizam e sintetizam seu mundo particular.
Pesquisar o significado dos símbolos maçons é o cerne do desenvolvimento iniciático. Essa busca começa no dia da iniciação. Não existem maçons que sabem e maçons que ainda não sabem, só existem os que ainda buscam.
O que significam, afinal tantos símbolos? A resposta é: “Se você quer saber, torne-se um deles e descubra por si mesmo”.
O objetivo da fraternidade é permitir que o homem “construa” a si próprio nos planos intelectual, moral e espiritual. Por isso, as ferramentas inspiradas no mundo da construção são importantes se entendidas no nível simbólico.
Os ritos, por sua vez, não podem ser resumidos a dicionários para ser compreendidos. O que eles propõem são pistas de reflexão. Os iniciados vão explorá-las sozinhos ou em grupos.
A evolução de um maçon é orgnizada em graus. Cada grau corresponde a um conjunto de símbolos, e há mais  de 90 diferentes originários dos ofícios ligados à construção civil:
Malho  

malhoO malho é uma espécie de martelo de ferro ou pau, ele é usado para se bater  o ferro em brasa ba bigorna. Na maçonaria representa  a ferramenta de trabalho do Aprendiz, para alegoricamente, desbastar a pedra ou educar a agreste e inculta personalidade para uma vida ou obra superior. O malho simboliza a vontade, energia, decisão, o aspecto ativo da consciência, necessário para vencer e superar os obstáculos.

        Cinzel          

cinzelO cinzel é um instrumento cortante em uma das extremidades e é usado especialmente por escultores e gravadores. Para os maçons representa o intelecto e sugere o trabalho inteligente. Instrumento do grau de Aprendiz. Simbolicamente, serve para desbastar a pedra bruta da personalidade.

Compasso

compasso2

Instrumento com que se descrevem curvas que tem todos os pontos equidistantes de um centro. A Maçonaria adota o Compasso como um de seus grandes símbolos e o coloca sobre o Altar da Loja enlaçado com o Esquadro para simbolizar a Macrocosmo, e a Bíblia para significar a sabedoria que ilumina e dirige tanto o Macrocosmo como o Microcosmo (neste particular o maçom). Como instrumento simbólico, é emblema de medida e justiça.

Esquadro

esquadro
Na contrução civil: Instrumento para medir ângulos retos e tirar linhas perpendiculares e paralelas.
Maçonaria: Um dos símbolos mais usados, que, junto ao compasso, representa o emblema mais conhecido dos maçons. Simboliza a Equidade, Justiça e Retidão, e constitui a jóia do cargo de venerável Mestre, porque este deve ser o maçom mais reto e justo da Loja. 
Em conjugação com o compasso, que representa Deus, ou o Eu Superior, para o qual deve o iniciado dirigir constantemente suas aspirações, o esquadro substitui o quadrado para representar o mundo, ou o eu inferior com seus desejos e paixões subjugadas e dominadas, e recorda ao maçom que deve buscar unir-se à sua fonte de origem e desprender-se das ilusões terrenas.

Avental

avental maçon
É a peça mais importante na Maçonaria. Distintivo indispensável do trabalho. É o único que dá ao maçom o direito de entrar nos Templos e participar das reuniões. Sua forma e cores variam de acordo com os graus e Ritos, mas seu significado místico é o mesmo. O Avental Branco, sem adornos, do 1º grau, indica a pureza da alma, que se supõe tê-la alcançado neste grau.
O azul celeste está associado com a dedicação espiritual. Nos graus 1 e 2 não aparecem nenhum metal, pois o maçom esteve, teoricamente, se despindo de todos os metais e transmutando-os em riquezas espirituais
Azul: Cor da Safira que simboliza a piedade, o equilibrio, a lealdade e a sabedoria. Cor que figura nos graus 3, 4 e 14 do Rito Escocês Antigo e Aceito. É a cor celeste que caracteriza as Lojas Simbólicas e os maçons dos três primeiros graus.

Luvas


Tem sido usado pelos maçons como marca de distinção e pureza. Depois de sua recepção, o Aprendiz recebe dois pares de luvas brancas, dos quais um se destina a ele e o outro “à dama que mais ele amasse”. A Luva branca recebida no dia de sua iniciação, tem como objetivo lembrar os compromissos assumidos pelo maçom.

Nível

nivel
É a jóia móvel usada pelo Primeiro Vigilante das Lojas Maçônicas simbólicas ou azuis. Representa a igualdade  e está em relação com o enxôfre e a coluna Jachim.

Prumo

Fio de Prumo
indica que o maçom deve ser reto no julgamento, sem se deixar dominar pelo interesse, nem pela afeição.

Trolha ou Colher de Pedreiro

trola ou colher de pedreiro
A trolha ou colher de pedreiro é adotada pela Maçonaria como instrumento simbólico com a qual se aplica a argamassa humana destinada a realizar a unidade. Tal qual o pedreiro cimenta as várias pedras para formar um todo que é o edifício.

Régua
regua
A régua é o símbolo da Retidão. Representa a boa administração do tempo que deve ser divido no auto conhecimento, meditação, estudo e repouso.

Esses são os símbolos ligados à construção civil, existem outros, veremos num próximo post.
fonte: revista História Viva. ano VI. nº 71

Sem comentários:

Enviar um comentário