Notícias na Hora

Loading...

quarta-feira, 29 de julho de 2015

Zeca Medeiros - Casca de Banana

E VÓS ACREDITAIS

A 29 de Julho de 1943 - Nasce Alice Vieira



Alice Vieira nasceu em 1943 em Lisboa. Licenciou-se em Filologia Germânica pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Sempre teve a paixão pela escrita e pelo jornalismo, tendo, desde cedo, colaborado em alguns jornais e participado em vários programas de televisão para crianças.
A pedido dos filhos escreveu o seu primeiro livro Rosa, minha irmã Rosa, editado em 1979, que ganhou o Prémio de Literatura Infantil do Ano Internacional da Criança. Desde essa primeira obra e até à actualidade escreveu vários livros de literatura infanto-juvenil, tendo também publicado um vasto conjunto de contos tradicionais, também eles dedicados aos leitores mais pequenos.
Ao longo da sua vida de escritora, Alice Vieira, recebeu vários prémios pela sua obra. Foi o que aconteceu em 1983 quando o seu livro Este Rei que eu escolhi foi distinguido com o Prémio de Literatura para Crianças / Melhor Texto do Biénio (1983-1984) da Fundação Calouste Gulbenkian. Em 1994, foi candidata ao Prémio Hans Christian Anderson da IBBY (International Board on Books for Young People), tendo a obra Olhos de Ana Marta, sido uma das que integraram a lista de honra. Em 1996, recebe pelo conjunto da sua obra, o Grande Prémio de Literatura para Crianças da Fundação Calouste Gulbenkian.
As suas obras encontram-se traduzidas em diversas línguas e editadas em inúmeros países europeus, sendo uma das escritoras portuguesas de literatura infantil e juvenil com maior sucesso.

A 29 de Julho de 2010 - O ator António Feio morre, no Hospital da Luz, em Lisboa, onde estava internado. Tinha 55 anos.

A 29 de Julho de 2010 - A Igreja Universal do Reino de Deus inaugura, no Porto, a primeira catedral construída de raiz em Portugal.

A 29 de Julho de 2008 - Morre o presidente da Fundação Bissaya Barreto, Nuno Viegas Nascimento, vítima de doença prolongada. Presidia ao conselho de administração da FBB desde 1981.


Viegas Nascimento faleceu ao início da manhã de hoje, nos Hospitais da Universidade de Coimbra, vítima de leucemia, informou Carlos Páscoa, coordenador das comemorações dos 50 anos da FBB, actualmente em curso.
Nuno José Gaspar Viegas Nascimento, 56 anos, natural da Figueira da Foz, presidia ao conselho de administração da FBB há 27 anos.
Licenciou-se em Engenharia pela Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC), iniciou trabalhos para se graduar em Master Science no Imperial College of London, mas a doença súbita do pai, arquitecto naval, fê-lo regressar a Portugal.
Condecorado pelo governo francês com o Grau de "Chevalier de L'Ordre du Mérit", em 1993, Viegas Nascimento foi representante consular de França na Figueira da Foz (1991) e Cônsul de França em Coimbra (2002). Em 1993 candidatou-se a presidente da Câmara da Figueira da Foz.
Ao logo da sua carreira exerceu vários cargos de administrador em diferentes organizações empresariais, de entre as quais se destacam o Instituto Portuário da Figueira da Foz, a Estaleiros Navais do Mondego, Invesvita – Serviços de Saúde de Coimbra, a Beira Televisão e a TV Saúde, o Centro Hospitalar de Coimbra e a Junta Autónoma do Porto da Figueira da Foz.
A Fundação Bissaya Barreto, criada em 1958, está vocacionada para prestar assistência em várias áreas, tendo dedicado especial atenção às crianças. Gere infra-estruturas como o Portugal dos Pequeninos, casas de crianças, campos de férias, colónias balneares e lares para idosos.
A Fundação detém ainda, em Coimbra, um Instituto Superior, uma Maternidade, um Centro de Geriátrico e um colégio de ensino do 1º ciclo, uma Unidade de Atendimento à Surdez, Serviço Domiciliário e a Casa do Pai, um centro de acolhimento para crianças em risco.

A 29 de Julho de 2008 - Morre António Arnão Metelo, em Macau, vítima de doença prolongada. Foi vice-primeiro-ministro de Vasco Gonçalves entre 08 de agosto e 19 de setembro de 1975



António Arnão Metelo, vice-Primeiro Ministro português do V Governo Povisório, liderado por Vasco Gonçalves, faleceu ontem no Hospital Conde de São Januário, vítima de doença prolongada, disse ao JTM um amigo próximo do engenheiro
António Carlos Magalhães Arnão Metelo, engenheiro civil que trabalhava em Macau desde a década de 90 no Laboratório de Engenharia Civil, foi vice-primeiro-ministro de Vasco Gonçalves entre 08 de Agosto de 1975 e 19 de Setembro do mesmo ano.
Antes tinha sido também ministro da Administração Interna do quarto Governo Constitucional, também liderado por Vasco Gonçalves entre 26 de Março de 1975 e 08 de Agosto do mesmo ano.
Ao longo da sua carreira político/militar, António Arnão Metelo foi também chefe do Estado Maior das Forças Armadas em Timor-Leste e representante no território do Movimento das Forças Armadas (MFA) na altura da guerra civil timorense que ditou o abandono da administração portuguesa e a invasão indonésia.
Em Macau, António Arnão Metelo esteve ligado à actividade na área da engenharia antes de ingressar no Laboratório de Engenharia Civil onde desempenhava as funções de chefe de departamento de estruturas.
António Arnão Metelo era também o decano dos ex-alunos do Colégio Militar residentes na RAEM. “É com profundo pesar que todos os ex-alunos do Colégio Militar e amigos, vêem partir o saudoso, António, que com ele privaram de perto”, disse ao JTM um elemento da Associação dos Antigos Alunos do Colégio Militar em Macau.

A 29 de Julho de 2007 - O ciclista espanhol Alberto Contador (Discovery Channel) vence a Volta à França em bicicleta.

A 29 de Julho de 2006 -- Morre Jorge Machado, 79 anos, chefe de orquestra e pianista.



O maestro e pianista Jorge Machado, que durante décadas foi responsável pela direcção musical de programas televisivos, faleceu, aos 79 anos, num hospital em Lisboa. Havia dois dias que estava internado, tendo falecido pelas 3.30 da madrugada, vitimado por uma doença prolongada.
De acordo com um familiar, Jorge Machado tinha interrompido apenas há 15 dias, por razões de saúde, a sua actividade de pianista no Hotel Tivoli, onde tocou durante quase 40 anos.
Nascido em Lisboa, onde sempre residiu, a 16 de Agosto de 1927, fez o curso de piano, violoncelo e composição no Conservatório Nacional, tendo estudado com os mestres Lúcio Mendes, Artur Santos, Jorge Croner de Vasconcelos e Isaura Lisboa. Em 1949 colaborou com o grupo coral "Stela Vitae", dirigido por Jorge Manzoni, e em 1951 foi convidado a colaborar como violoncelista no concerto da Federação Internacional das Juventudes Musicais, dirigido pelo maestro Pedro Freitas Branco.
Em 1953, abandonou a Banda da Guarda Nacional Republicana e enveredou definitivamente pela música ligeira, vindo a criar o Conjunto Jorge Machado, em 1956. Tocou noutros conjunto de colegas músicos, casos de Mário Simões, o trompetista Fernando Albuquerque e Shegundo Galarza, entre outros.
Manteve a actividade profissional como pianista e maestro, dirigindo diversas bandas, e foi responsável pela direcção musical de programas da RTP e também por muitos dos Festivais da Canção da Eurovisão. Entrou para o Parque Mayer, escrevendo para o teatro de revista em 1974, com "Até parece Mentira", no Teatro Maria Vitória. Durante cerca de 12 anos colaborou como compositor nos mais variados êxitos de revista. Em 1996 foi convidado para formar o coro da Universidade Lusófona.

A 29 de Julho de 1999 -- Inauguração da travessia ferroviária na Ponte 25 de Abril, em Lisboa. O comboio da Fertagus faz a ligação entre Lisboa e Setúbal, num total de 54 quilómetros de linha divididos por 14 estações.



A Ponte 25 de Abril (anteriormente conhecida como Ponte Salazar) é uma ponte suspensa rodo-ferroviária que liga a cidade de Lisboa à cidade de Almada, em Portugal. A ponte atravessa o estuário do rio Tejo na parte final e mais estreita — o designado gargalo do Tejo.
Características técnicas 1 012,80 metros de comprimento do vão principal 2 277,64 metros de distância de amarração a amarração 70 metros de altura do vão acima do nível da água 190,47 metros de altura das torres principais acima do nível da água (o que a torna a segunda mais alta construção de Portugal e uma das pontes mais altas da Europa, com o viaduto de Millau em França) 58,6 centímetros de diâmetro de cada cabo principal 11 248 fios de aço com 4,87 milímetros de diâmetro, em cada cabo (o que totaliza 54,196 quilómetros de fio de aço) 79,3 metros de profundidade, abaixo do nível de água, no pilar principal, Sul 30 quilómetros de rodovias nos acessos Norte e Sul com 32 estruturas de betão armado e pré-esforçado Estes resultados foram obtidos com a aplicação de 263 000 metros cúbicos de betão e 72 600 toneladas de aço.
Na ponte sobre o Tejo pode ouvir-se constantemente este som (59s) que corresponde à deslocação dos carros no tabuleiro.

A 29 de Julho de 1995 - Morre o ator, radialista e cantor português Fernando Curado Ribeiro, 76 anos.

A 29 de Julho de 1993 - O escritor José Saramago recebe, em Londres, o Prémio de Ficção Estrangeira do jornal The Independent pelo romance "O Ano da Morte de Ricardo Reis".



Nasceu em Azinhaga (Golegã) em 16 de Novembro de 1922, de uma família de gente pobre.
Dois anos depois, a família muda-se para Lisboa.Frequenta um curso técnico. O seu primeiro emprego é como serralheiro mecânico. Depois é funcionário público.
Na Biblioteca do Palácio Galveias lê. Muito.
Jovem, iniciou a sua actividade antifascista, participando em várias iniciativas da resistência; em 1948/49 é apoiante e interveniente activo na candidatura de Norton de Matos à Presidência da República.
Escreve poesia: Os Poemas Possíveis (1966) e Provavelmente Alegria (1970).
Em 1969 adere ao Partido Comunista Português, passando desde logo a integrar a organização dos intelectuais de Lisboa.
Em 1969 e 1973 desenvolve intensa actividade na CDE no decorrer das campanhas «eleitorais» para a chamada Assembleia Nacional.
Activista do Conselho Português para a Paz e a Cooperação, participa em várias iniciativas a favor da paz.
A seguir ao 25 de Abril passou a fazer parte da Célula dos Escritores do Sector Intelectual de Lisboa.
Logo a seguir é eleito para a Direcção do Sector de Artes e Letras, organismo entretanto criado e ao qual se manteve ligado durante muitos anos, mesmo depois de ter passado a dedicar-se totalmente à escrita.
No decorrer do processo revolucionário que se seguiu ao 25 de Abril de 1974, participa militantemente nas múltiplas iniciativas levadas a cabo pelo Partido, tal como nas importantes e diversificadas acções do movimento operário e popular.
Nesse período foi director-adjunto do Diário de Notícias, cargo de que foi afastado na sequência do golpe contra-revolucionário de 25 de Novembro de 1975.
Nesse ano publica o livro de poemas O Ano de 1993.
Desde 1976, participa, com outros intelectuais comunistas, nas jornadas de trabalho da Festa do Avante.
Em 1977 publica o romance Manual de Pintura e Caligrafia e no ano seguinte o volume de contos Objecto Quase.
Segue-se a publicação sucessiva de um vasto conjunto de obras que o afirmam como figura cimeira da literatura nacional e mundial. Romances: Levantado do Chão (1980); Memorial do Convento (1982); O Ano da Morte de Ricardo Reis (1984); A Jangada de Pedra (1986); História do Cerco de Lisboa (1989); O Evangelho segundo Jesus Cristo (1991); Ensaio sobre a Cegueira (1995); Todos os Nomes (1997); A Caverna (2000); O Homem Duplicado (2002); Ensaio sobre a Lucidez (2004); As Intermitências da Morte (2005); A Viagem do Elefante (2008); Caim (2009) -- para além de peças de teatro, livros de crónicas e de viagens, diário.
Entretanto, prossegue a sua actividade político-partidária: nas eleições autárquicas de 1989, proposto pelo Partido, integra a lista da coligação «Por Lisboa» e é eleito Presidente da Assembleia Municipal; foi candidato ao Parlamento Europeu, pela CDU, em todas as eleições para aquele órgão, desde 1987 até 2009.
Em 1998 a qualidade superior da sua obra literária é reconhecida mundialmente com a atribuição do Prémio Nobel da Literatura -- e sagra-se como o primeiro, e até agora, único escritor de Língua Portuguesa galardoado com esse Prémio.
No dia em que regressou a Lisboa após a atribuição do Nobel, o Partido prestou-lhe homenagem numa sessão memorável, no Centro de Trabalho Vitória -- e, acabada a sessão, dirigiu-se para o Terreiro do Paço a dar um abraço solidário aos trabalhadores que ali levavam a cabo uma jornada de luta contra mais um pacote anti-laboral disparado pelo governo então de serviço à política de direita.
Entretanto, a sua Obra atrai a atenção de criadores culturais: inspirado no romance Memorial do Convento, o compositor Azio Carghi produz a ópera Blimunda; o realizador Fernando Meireles transpõe para o cinema o Ensaio sobre a Cegueira.
Em 2008, por ocasião do 10º aniversário da atribuição do Prémio Nobel, José Saramago foi homenageado na Festa do Avante. Não podendo estar presente, por motivos de saúde, enviou uma fraterna mensagem em que saudava os construtores da Festa, aqueles que, «com o seu trabalho voluntário, e não pedindo nada em troca, constroem a Festa»; aqueles para os quais «a Festa é indispensável» e que «são também indispensáveis à Festa».
http://www.pcp.pt/
José Saramago
Cadernos de Lanzarote

«Privatize-se tudo, privatize-se o mar e o céu, privatize-se a água e o ar, privatize-se a justiça e a lei, privatize-se a
nuvem que passa, privatize-se o sonho, sobretudo se for diurno e de olhos abertos. E finalmente, para florão e remate de tanto privatizar, privatizem-se os Estados, entregue-se por uma vez a exploração deles a empresas privadas, mediante concurso internacional. Aí se encontra a salvação do mundo... e, já agora, privatize-se também a puta que os pariu a todos.»
José Saramago Cadernos de Lanzarote - Diário III - pag. 148

A 29 de Julho de 1984 - Começam, em Los Angeles, Califórnia, EUA, os XXIII Jogos Olímpicos da era moderna.

A 29 de Julho de 1983 - Morre o ator britânico David Niven, 73 anos.

A 29 de Julho de 1981 -- Casamento de Carlos e Diana de Gales, na catedral de S. Paulo, Londres.

A 29 de Julho de 1967 - O incêndio a bordo do porta-aviões norte-americano Forrestal, ao largo do Vietname do Norte, causa a morte a mais de 130 pessoas.





Na manhã do dia 29 de julho de 1967, o Forrestal estava preparando um ataque quando um foguete Zuni de um F-4 foi acidentalmente lançado. O foguete cruzou o convés e acertou um A-4 Skyhawk, rompendo o tanque de combustível. O combustível vazou e rapidamente incendiou e em poucos segundos outros tanques externos de combustível na aeronave, superaquecidos, explodiram, liberando mais combustível e alimentando as chamas. A tragédia estava pronta. O fogo se alastrou ao longo do convés de vôo. O impacto do foguete Zuni também desalojou duas mil libras em bombas prontas para o combate. Pilotos, presos em seus aviões, foram imediatamente informados de que uma catástrofe estava acontecendo, mas somente alguns conseguiram escapar a tempo.

A 29 de Julho de 1957 -- É criada a Agência Internacional de Energia Atómica.



A Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) é uma organização internacional que se pretende fomentadora da cooperação técnico-científica para uso pacífico da energia nuclear. Criada na década de 1950, é uma organização independente que se relaciona com a Organização das Nações Unidas (ONU) através do acordo especial em que a ONU reconhece a Agência como responsável pelas atividades internacionais para uso pacífico da energia nuclear. Em contrapartida, a AIEA se compromete em, apresentar à Assembleia Geral, relatórios de suas atividades e, quando apropriado, ao Conselho de Segurança, em questões de sua alçada (INFCIRC/11, 1959).
Calcada nos princípios da Carta das Nações Unidas que objetiva a promoção da paz e cooperação internacional, a AIEA atua, juntamente com a ONU, para promover odesarmamento e a segurança. Destarte, a Agência tem procurado assistir os Estados membros na aplicação da ciência nuclear para possibilitar o desenvolvimento social e o bem-estar. Segundo seu Estatuto, é objetivo da Agência:

Artigo II: A Agência procura acelerar e aumentar a contribuição da energia atômica para a paz, saúde e prosperidade em todo o Mundo. Na medida do possível, assegurar-se-á de que o auxilio prestado por ela própria ou a seu pedido ou sob a sua direção ou fiscalização, não seja utilizado de maneira a servir para fins militares. (Estatuto, IAEA)

É composta por órgãos políticos – Conselho de Governadores e Conferência Geral – que decidem os programas e orçamentos, pela Diretoria Geral e por departamentos. O Conselho de governadores é composto por 35 Estados membros eleitos pela Conferência Geral, e tem como função recomendar a esta sobre conta,s programas e orçamentos, bem como aprovar acordos de salvaguardas e nomear o Diretor-Geral. A Conferência Geral, por sua vez, é considerada o mais alto órgão político e é formada por representantes de todos os Estados membros da AIEA.

Além de ser um fórum para a cooperação, cumpre à agência instituir e aplicar salvaguardas que asseverem que os materiais e instrumentos sob controle da Agência sejam destinados, estritamente, para alcançar os objetivos delineados. Salvaguardas são atividades pelas quais a AIEA pode verificar a adequação dos programas nucleares dos Estados membros aos compromissos assumidos internacionalmente. O sistema de salvaguardas conta com um programa de inspeções, auditoria e contabilidade de materiais nucleares e é dividido em duas partes. Uma abrange as obrigações políticas dos Estados e da AIEA; a outra contém uma elaborada articulação técnica de salvaguardas a serem aplicadas (IAEA, 1983).

A 29 de Julho de 1948 -- O general Norton de Matos candidata-se à Presidência da República Portuguesa, pela Oposição Democrática.



O general Norton de Matos apresentou-se oficialmente às eleições para a Presidência da República, em Julho de 1948, após algumas hesitações, já que a sua candidatura demorou a criar consenso. António Sérgio apostava no general Costa Ferreira, que tinha sido ministro da Instrução de Setembro a Dezembro de 1929, e outros preferiam Mário de Azevedo Gomes, um dos patriarcas da oposição ao salazarismo e membro do directório Democrato Social. Manuel Serras e a antiga estrutura do Partido Republicano Português eram da opinião que a Oposição não devia apresentar um candidato às eleições.
A campanha eleitoral começou a 3 de Janeiro de 1949, e as eleições realizaram-se em 13 de Fevereiro, tendo o general Carmona sido reeleito e Norton de Matos desistido no dia anterior.

A 29 de Julho de 1940 -- II Guerra Mundial. Início da guerra-relâmpago ("blitzkrieg") da Alemanha nazi contra o Reino Unido.

A 29 de JUlho de 1939 - Morre o médico, historiador e investigador português Ricardo Jorge, epidemiologista e higienista, dinamizador do Instituto Nacional de Higiene, atual Instituto Nacional de Saúde.


Médico, docente universitário e investigador, destacando-se pelos seus importantes contributos científicos nos domínios da Higiene Social, do Sanitarismo e da Epidemiologia, Ricardo Jorge viria a ser, reconhecidamente, considerado como um dos grandes impulsionadores da Higiene e da Saúde Pública entre o último quartel do século XIX e os finais dos anos trinta do século XX. A importância da sua obra está bem patente na honra que, postumamente, lhe viria a ser atribuída. É hoje o Patrono da Saúde em Portugal.