Notícias na Hora

Loading...

domingo, 7 de fevereiro de 2016

Gaiteiros de Vinhais - “Tu já namoras”


Gaiteiros de Vinhais - "Tu já namoras" from MPAGDP on Vimeo.

Boa tarde e boa música!

video

Trago o Alentejo no coração!

video

A 7 de Fevereiro de 1985 - Morreu Nuno Bragança


Ficcionista, licenciado em Direito, colaborador em vários periódicos, como Vértice, Seara Nova ou O Tempo e o Modo. Revelou-se literariamente com A Noite e o Riso com uma atitude romanesca que, tendo como contexto histórico-literário um período de experimentação e de desconstrução da escrita novelística, nasce da convicção de que "A lucidez do riso face ao absurdo é talvez o grande passo em frente da cultura contemporânea, a invenção da técnica de parir sem dor um mundo novo". (Cf. A Noite e o Riso, Lisboa, 1969, p. 300). No romance seguinte, Square Tolstoi, a autobiografia romanceada, sem se aproximar do nível de desconstrução e de experimentação do seu primeiro romance, absorvendo a lição surrealista, distingue-se de novo por uma irreverência patenteada na ironia, na inovação vocabular, no recurso a vários registos linguísticos, na inventividade das imagens. Colhendo da vida dupla do autor (funcionário diplomático e combatente na clandestinidade) ingredientes que a aproximam do género policial, a narrativa apresenta, a partir de um espaço de liberdade, Paris no rescaldo do maio de 68, uma imagem desencantada de Portugal, país de exilados e de emigrados, durante os anos de estertor do regime, auscultando o seu devir como nação, sob a perspectiva de um herói de cunho hamletiano, em busca de um amor e de um reino perdidos, num romance onde se agudiza a reflexão sobre o papel do intelectual em tempo de revolução, e sobre a compatibilidade ou prioridade de dois meios, escrita e ação direta, na transformação da sociedade. O recurso a um processo irónico, no que ele contém de mergulho na tradição literária portuguesa, será, ao longo de toda a novelística de Nuno Bragança, a arma privilegiada para a crítica mordaz a qualquer mecanismo repressor da liberdade pessoal, seja de carácter institucional (escola, família, religião, normas sociais, no caso de A Noite e o Riso), seja de carácter histórico (o fascismo, visado em Directa e Square Tolstoi), seja sobretudo ao nível da própria expressão literária enquanto instrumento privilegiado dessa libertação.

A 7 de Fevereiro de 1927 - Nasceu Marie-Juliette Gréco, conhecida por Juliette Gréco



Marie-Juliette Gréco, conhecida por Juliette Gréco nasceu em Montpellier/França a 7 de Fevereiro de 1927, é uma cantora e actriz francesa.
Filha de mãe oriunda de Bordéus e de pai corso, Juliette Gréco passou os seus primeiros anos de vida, juntamente com a sua irmã mais velha, Charlotte, educada pelos seus avós maternos, em Bordéus.
Criança muito tímida e reservada, parte com 6 anos de idade, juntamente com a irmã e a mãe, que entretanto se lhes tinha juntado, para Paris, repartindo os seus tempos entre a cidade, o colégio de freiras onde estudava, e as férias na Dordogne numa propriedade da família. É nesta região que, após o início da Segunda Grande Guerra, a mãe de Juliette é presa pelos nazis devido à sua actividade na resistência. Algum tempo depois será a vez Juliette, com apenas 16 anos, e a irmã serem também presas pela Gestapo. Ao ser libertada após um mês, fica alojada em casa de uma antiga professora que habita perto do bairro de Saint-Germain-des-Prés, associado à intelectualidade parisiense.
É neste mesmo bairro de Saint-Germain-des-Prés que participa do ambiente de descompressão do pós-guerra, integrando-se rapidamente no grupo de intelectuais e artistas que frequentavam os bares e cabarés do local.
Em 1946, com 19 anos, tem a sua estreia como actriz numa peça de teatro de Roger Vitrac, Victor ou les enfants au pouvoir. Presença assídua no Le Tabou, inaugurado em 1947, mas rapidamente transformado num dos cabarés da moda, aí conheceria nomes famosos como Jean-Paul Sartre, Albert Camus, Boris Vian, Jean Cocteau ou Miles Davis.
Neste ambiente conheceria também Jean-Paul Sartre que lhe ofereceu uma canção de uma das suas peças (cantada pela personagem Inès em Huis clos de 1944), no dia seguinte a um jantar no "Cloche d'or" em Saint-Germain. Juliette seguiu o conselho de Sartre conseguindo que a letra fosse musicada por Joseph Kosma.
Esta canção de Jean-Paul Sartre seria apenas uma do rico reportório cedido por muitos outros amigos e admiradores, e que cantaria na sua primeira apresentação pública em 22 de Junho de 1949, na reabertura do cabaré L’œil de Bœuf (antigo Le Bœuf sur le toit). Desde logo foi um sucesso junto dos frequentadores da vida noturna parisiense, até pela combinação de uma forma de cantar sentida, com um toque sensual realçado pelo vestuário e pelos seus longos cabelos escuros.
Logo no ano seguinte, a 4 de Junho de 1950, Juliette Gréco conquista o Grande Prémio da Sacem (Associação francesa de cantores e compositores) pela sua interpretação de "Je hais les dimanches" (letra de Charles Aznavour, música de Florence Véran). Apesar de todo este sucesso junto de sectores mais intelectuais, Juliette só viria a ser conhecida pelo grande público quando da participação no filme "Orphée" de Jean Cocteau.
Em 1951 grava o seu primeiro single com a canção "Je suis comme je suis" escrita por Jacques Prévert e musicada por Joseph Kosma, que se tornaria um clássico do seu reportório.
Em 1952 sai em digressão pelo Brasil e Estados Unidos e, após o seu regresso, faz uma digressão também pela França onde a sua forma de cantar e presença em palco atraem muito público.
O Olympia verá a sua consagração em 1954, ano em que conheceu o seu futuro marido, o actor Philippe Lemaire, durante a rodagem do filme de Jean-Pierre Melville "Quand tu liras cette lettre".
O casamento duraria pouco mais de um ano, tendo-se o casal divorciado em 1956, pouco após o nascimento da filha Laurence-Marie. É nesta época que conhece Georges Brassens de quem canta "Chanson pour l'auvergnat" e Jacques Brel de quem canta "Le Diable".
A sua carreira progride em vários sentidos, a canção, o cinema, o teatro. O seu retorno aos Estados Unidos, e a Nova Iorque em particular, grangeou-lhe uma notoriedade no meio artístico que lhe abriu as portas de Hollywood, onde conhece o produtor Darryl Zanuck, durante a rodagem do filme The sun also rises de Henry King (1957). Nesta passagem por Hollywood convive com nomes como John Huston ou Orson Welles (com quem contracena no filme Drame dans un miroir (1960).
Retornada a França descobre e divulga novos talentos, que convida para escreverem algumas das suas canções. É assim que são ficam conhecidos nomes como Serge Gainsbourg("La Javanaise") ou Léo Ferré ("Jolie Môme").
Em 1965, alcança o auge da fama ao desempenhar papéis de primeiro plano nas séries televisivas Belphégor e Fantôme du Louvre. Apesar disso entra numa profunda depressão e efectua uma tentativa de suicídio. Recuperada, retoma a carreira em pleno e em 1966 actua no TNP(Théâtre National de Paris) na companhia do seu amigo que Georges Brassens, que muito admirava.
Em 1967 casa-se com Michel Piccoli, que seria seu marido até 1977. Ainda em 1967 grava a sua versão da "La chanson des vieux amants" de Jacques Brel. Em 1968 inaugura as sessões das 18:30 no Théâtre de la Ville em Paris, cantando uma das suas mais famosas canções, "Déshabillez-moi", com uma interpretação em que ressalta o seu lado mais sensual.
Prosseguem as suas digressões pelo país e pelo estrangeiro, nomeadamente pela Alemanha e pelo Japão, sempre com grandes sucessos reforçados por uma notável presença em palco. Em 1989 casa-se com o seu pianista e orquestrador Gérard Jouannest, que, apresentado por ela, havia trabalhado durante anos com Jacques Brel.
Em 1999 o governo francês atribui-lhe as Insígnias de Oficial da Ordem nacional de Mérito.
Prosseguindo num intenso ritmo de actuações, vem a Lisboa cantar em Janeiro de 2001, mas em Maio tem um problema cardíaco durante um concerto em Montpellier. Recuperada retoma as digressões.
Em Fevereiro de 2004, já com 77 anos de idade, obtém um novo êxito no Olympia, onde reencontra uma vez mais o seu público fiel.
Imparável, edita em Dezembro de 2006 um novo álbum intitulado "Le temps d'une chanson", onde inclui várias canções que cantou ao longo da sua carreira.


A 7 de Fevereiro de 1952 - Morreu Sebastião da Gama



Sebastião Artur Cardoso da Gama nasceu em 10 de Abril de 1924, em Vila Nogueira de Azeitão, tendo falecido a 7 de Fevereiro de 1952. Poeta e pedagogo, foi a voz pioneira na defesa da Serra da Arrábida.



sábado, 6 de fevereiro de 2016

A 6 de Fevereiro de 1953 - Nasceu Zoran Filipovic



Zoran Filipovic nasceu em Titogrado/Jugoslávia a 6 de Fevereiro de 1953, é um ex-futebolista de grande sucesso nas décadas de 1970 e 1980 na Estrela Vermelha de Belgrado e no SL Benfica.
Actualmente é treinador de futebol.

A 6 de Fevereiro de 2003 - Morreu José Craveirinha




A 6 de Fevereiro de 1950 - Nasceu Stephanie Natalie Maria Cole ou simplesmente Natalie Cole



Stephanie Natalie Maria Cole ou simplesmente Natalie Cole nasceu em Los Angeles/EUA a 6 de fevereiro de 1950 e morreu em Los Angeles/EUA a 31 de dezembro de 2015, foi uma cantora e compositora norte-americana ganhadora de nove prémios GRAMMY Awards.
É filha do também cantor e compositor Nat King Cole (1919 - 1965).
Em 1991 gravou o single “Unforgettable” onde a voz de seu pai, remasterizada, foi misturada à sua para simular que os dois, pai e filha, cantavam juntos.
Morreu na noite do dia 31 de Dezembro de 2015, devido a complicações renais em decorrência da hepatite C.
Em 16 de julho de 2008 a sua assessora de publicidade, Lellie Capwell, divulgou que a Natalie foi diagnosticada hepatite C e provavelmente contraiu a doença hepática pelo uso que fez de drogas há mais de trinta anos.
Segundo foi divulgado também, ela estaria a reagir bem ao tratamento, mas com "efeitos colaterais significativos" que incluem fadiga, dores musculares e desidratação.
Na sua autobiografia "Angel on My Shoulder", publicada em 2000, declarou a sua dependência de cocaína, heroína e álcool e que superou essa dependência após uma longa estadia numa clínica de reabilitação no início dos anos 80.
Na noite de 31 de dezembro de 2015, morreu aos 65 anos de idade, segundo o site TMZ, num hospital de Los Angeles, por insuficiência cardíaca congestiva causada por complicações de um transplante de rim e hepatiteC.
Segundo o site, a cantora ficou doente recentemente, cancelando várias datas de sua tourné no fim de dezembro, incluindo um show na passagem de Ano Novo no Disney Hall, em Los Angeles. Também cancelou um show que aconteceria em fevereiro de 2016 devido à doença.

A 6 de Fevereiro de 1976 - Morreu Vince Guaraldi



Vince Guaraldi faleceu em San Francisco, Califórnia/EUA a 6 de fevereiro de 1976, foi um importante músico norte-americano.
Pianista de jazz, foi o autor da música "Linus and Lucy", que foi a banda sonora do desenho animado dos Peanuts, inspirado em Charles Schulz.

A 6 de Fevereiro de 1958 - Deu-se o chamado "Desastre aéreo de Munique"



Desastre aéreo de Munique é o nome com que ficou conhecido o acidente de aviação que aconteceu em 6 de fevereiro de 1958, quando o voo BE609 da empresa Britânica British European Airways, que levava jogadores e dirigentes do Manchester United, mais jornalistas e alguns adeptos, se despenhou numa tempestade de neve quando tentava descolar, pela terceira tentativa, do aeroporto de Munique.
Foi provado que a causa no acidente não foi falha nos motores, mas sim uma camada de neve derretida na pista, que causou a desaceleração da aeronave, não dando assim capacidade da mesma levantar voo
Ficou provado também que Munique tentou escapar de uma culpa, culpando unicamente o comandante Tain, que pilotava a aeronave.
Munique omitiu depoimentos, culpando assim o comandante.
Onze anos depois o comandante Tain, juntamente com o governo Britânico conseguiu provar a falha na pista.
Munique, porém, nunca reconheceu o erro.
A equipa do Manchester United estava a regressar de Belgrado onde tinha jogado com o Estrela Vermelha de Belgrado para a Liga dos Campeões da UEFA e tinha parado em Munique para reabastecer.
Morreram os jogadores ingleses Roger Byrne, Mark Jones, Duncan Edwards, Eddie Colman, Tommy Taylor, David Pegg, Geoff Bent e o jogador irlandês Liam Whelan.
Além destes jogadores, morreram outros 15 passageiros/tripulação.
Sobreviveram os jogadores ingleses Johnny Berry, Dennis Viollet, Ray Wood, Albert Scanlon, Bill Foulkes, o jogador norte-irlandês Jackie Blanchflower, e o jogador galês Kenny Morgans entretanto já falecidos. Para além destes sobreviveram e ainda estão vivos Bobby Charlton (Inglaterra), Harry Gregg (Irlanda do Norte), Eder A. A. (Brasil) e Andrey M. A. (Brasil).


A 6 de Fevereiro de 1918 - Morreu Gustav Klimt, grande pintor simbolista austríaco.




A 6 de Fevereiro de 1945 - Nasceu Robert Nesta Marley, mais conhecido como Bob Marley



Robert Nesta Marley, mais conhecido como Bob Marley nasceu em Nine Mile/Jamaica a 6 de fevereiro de 1945 e morreu em Miami/EUA a 11 de maio de 1981, com 36 anos.
Foi um músico,cantor, guitarrista e compositor jamaicano, o mais conhecido músico de reggae de todos os tempos, famoso por popularizar o género.
Já se venderam mais de 75 milhões de discos de Bob Marley.
A maior parte do seu trabalho lidava com os problemas dos pobres e oprimidos.
Levou, através de sua música, o movimento rastafari e suas ideias de paz, irmandade, igualdade social, libertação, resistência, liberdade, luta e amor universal ao mundo.
A música de Marley foi fortemente influenciada pelas questões sociais e políticas da sua terra natal, fazendo com que o considerassem a voz do povo negro, pobre e oprimido da Jamaica e do mundo.
Possuía o dom de saber conjugar canções românticas e canções de intervenção com poemas evocativos, e também o seu estilo de cantar se revelou marcante.
A África e seus problemas como a miséria, guerras coloniais e domínio colonial, também foram centro de assunto das suas músicas, por se tratar da terra sagrada do movimento rastafari.
Em 1972, com o grupo Bob Marley and The Wailers lançou internacionalmente o seu primeiro álbum de reggae intitulado Catch a fire.
As suas músicas mais conhecidas são " I Shot the Sheriff "," No Woman, No Cry"," Could You Be Loved "," Stir It Up "," Get Up, Stand Up "," Jamming "," Redemption Song "," One Love/People Get Ready ", "Exodus", "Is this Love" e " Three Little Birds ", assim como lançamentos póstumos como "Buffalo Soldier " e " Iron Lion Zion ".
A coletânea “Legend”, lançada três anos após sua morte e que reúne algumas músicas de álbuns do artista é o álbum de reggae mais vendido da história.
Bob foi casado com Rita Marley, de 1966 até a morte, uma das I Threes, que passaram a cantar com os Wailers depois que eles alcançaram sucesso internacional.
Ela foi mãe de quatro de seus doze filhos (dois deles adoptados), os renomados Ziggy e Stephen Marley (lê-se Stivân), que continuam o legado musical de seu pai na banda Melody Makers.
Outros de seus filhos, Ky-Mani Marley, Julian Marley e Damian Marley (vulgo Jr. Gong) também seguiram carreira musical.
Bob Marley foi eleito pela revista Rolling Stone o 11º maior artista da música de todos os tempos.
Bob Marley adoeceu com um melanoma maligno na pele, tentou vencê-lo com tratamentos naturistas de um médico alemão durante, entre 1980 e o início de 1981. Durante algum tempo, o estado de Marley parecia ter se estabilizado com esse tratamento, mas o cancro estendeu-se a ouras partes do corpo e nada foi possível! A doença vencia Bob Marley.
Em maio de 1981,face à situação, Bob Marley já abatido pela doença, resolveu retornar para sua casa na Jamaica para passar seus últimos dias junto à família e amigos.
Bob Marley não conseguiu completar a sua última viagem, tendo que ser internado num hospital de Miami.
Faleceu pouco antes do meio-dia de 11 de maio de 1981. Menos de 40 horas depois de deixar a Alemanha.

A 6 de Fevereiro de 1962 - Morreu Candido Torquato Portinari




A 6 de Fevereiro de 1932 - Nasceu Camilo Cienfuegos Gorriarán



Camilo Cienfuegos Gorriarán nasceu em Havana a 6 de fevereiro de 1932 e morreu a 28 de outubro de 1959.
Camilo Cienfuegos foi um revolucionário cubano, um dos mais importantes comandantes da revolução cubana.
Participou em atividades revolucionárias contra o ditador e lacaio dos EUA Fulgencio Batista e foi um importante protagonista da Revolução Cubana, ao lado de Fidel Castro, Che Guevara e Raúl Castro e outros revolucionmários. Camilo Cienfuegos foi um dos principais líderes da Revolução.
Camilo Cienfuegos morreu vítima de um acidente de avião.
Durante um voo de Camaguey a Havana, o avião desapareceu no oceano, o que causou grande impacto em toda a população, que durante vários dias procurou algum vestígio do líder guerrilheiro, sem obter sucesso.
Rapidamente, Cienfuegos se tornou um dos herois da revolução.
Num de seus discursos na época da catástrofe, Fidel Castro disse o seguinte: “Homens como Camilo surgirão do povo e viverão para o povo. Nossa única compensação ante a perda de um companheiro tão querido é saber que o povo de Cuba produz homens como ele. Camilo vive e viverá junto o povo.”

Che Guevara, um dos seus grandes amigos, dedicou-lhe o seu livro “Guerra de Guerrilhas”.

Raridade - Foto da Ponte pensil no Porto



Partilho convosco esta raridade que foi enviada de França por um coleccionador de fotos antigas. Quem se desloque ao Porto, ainda poderá ver na margem do rio os ancoradouros da tal ponte, bem como a entrada. M.G.S.
Esta fotografia merece toda a atenção dada a sua particularidade de mostrar a extinta Ponte Pênsil a par da Ponte Luís I o que deverá fazer dela uma raridade fotográfica visto que as duas pontes coexistiram durante um curto período de tempo, entre 1886 e 1887. A imagem foi obtida por George Tait, a partir do local onde é hoje o Jardim do Morro.

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

Da Galiza para o mundo - Tui

A 5 de Fevereiro de 1965 -Nasceu Gheorghe Hagi



Gheorghe Hagi nasceu em Săcele/Roménia a 5 de fevereiro de 1965, é um ex-futebolista internacional romeno, o mais conhecido do seu país.
A sua grande habilidade em dribles com o pé esquerdo e o seu espírito de liderança deram origem à alcunha de "Maradona dos Cárpatos", em referência ao grande Maradona e à região de onde era, a Roménia.
Hagi desde cedo demonstrava talento com a bola, sendo levado com quinze anos ao Luceafărul Bucareste, escola para jovens de talento excepcional.
Entretanto, as precárias condições do lugar fizeram com que voltasse às divisões de formação do Farul Constanţa, onde começara.
Estreou-se na equipa principal em 1982 e, um ano depois, já estava num clube da capital, o Sportul Studenţesc.
No Sportul, a sua liderança e a facilidade de rematar com força e/ou precisão levaram-no rapidamente à Seleção Romena.
Com isso, passou a ser assediado pelos dois principais clubes da capital e do país, o Steaua Bucareste e o Dínamo Bucareste, principalmente após ter levado o Sportul a um vice-campeonato romeno na temporada 1985/86, em que foi o melhor marcador - já o havia sido também na época anterior.
No fim daquela temporada, o Steaua surpreendentemente levara pela primeira vez para a Roménia e o Leste Europeu o título na Taça dos Campeões da UEFA.
Ainda assim, Hagi iniciou a época de 1986/87 ainda no Sportul, sendo transferindo finalmente para o Steaua no decorrer dessa época.
Hagi chegou ao Steaua já após o Mundial Interclubes (perdido para o River Plate), no início de 1987, a tempo de disputar em fevereiro a Supertaça Europeia válida do ano anterior.
Na ocasião, a Supertaça foi decidida contra o Dínamo Kiev e Hagi mostrou logo ao que veio, marcando o único golo do jogo.
No seu primeiro ano na equipa do exército, foi campeão romeno invicto, o que se repetiu nas duas épocas seguintes.
Hagi poderia ter saído do Steaua já após a segunda temporada, em 1988, quando recebeu oferta da Juventus, ansiosa por um substituto do recém-retirado, o ídolo Michel Platini. Acabou por não se concretizar.
Além do terceiro título invicto, seguido, no campeonato e também de uma Taça da Roménia, a temporada 1988/89 viu o Steaua voltar à final da Taça dos Campeões da UEFA, desta vez com Hagi consigo.
Para completar, a final seria novamente na Espanha, onde a equipa fora campeã em 1986 - e agora em Barcelona.
O Milan de Ruud Gullit e Marco van Basten, que fizeram dois golos cada na vitória italiana por 4-0.
Talvez acusando o golpe, a temporada 1989/90 foi a primeira e única no Steaua em que Hagi acabou por não ganhar a Taça nacional.
Hagi, a seguir, disputou o seu primeiro Mundial em 1990.
Não foi muito bem, mas ainda assim atraiu os olhares do Real Madrid.
Ficaria dois anos no Real Madrid, sem conseguir uma boa sequência de jogos. O clube merengue havia conquistado cinco títulos seguidos na Liga de Espanha, acabou por perder o sexto na última jornada. O título acabou para o arquirrival Barcelona. Nos brancos, o seu único título foi uma Supertaça de Espanha em 1990.
Em 1992, após o Real ficar em terceiro lugar, atrás dos rivais Barcelona (novamente campeão) e Atlético de Madrid, Hagi saiu para a modesta equipa do Brescia, então na Serie B italiana, onde estavam os seus compatriotas Florin Răducioiu e Mircea Lucescu (técnico). Com eles, o clube conseguiu o acesso à Serie A, mas voltou a descer logo na época seguinte, a de 1993/94.
Após um estupendo Mundial de 1994, regressou a Espanha, justamente para o Barcelona.
Entretano, não conseguiu sucesso e títulos no Barcelona, não se encaixando no que o técnico Johan Cruijff queria dele: maior marcação defensiva.
Nos dois anos em que passou no Barça, ganhou apenas a Supertaça da Espanha no ano em que chegou - deixando o Barcelona em 1996 para jogar no então obscuro futebol turco, contratado pelo Galatasaray.
Ali, voltou a saborear as conquistas em série que tivera no Steaua e que lhe faltaram na Espanha: foram quatro campeonatos turcos seguidos entre 1997 e 2000, além do título mais importante de um clube do país: a Taça da UEFA em 2000, vencida nos pénaltis sobre o favorito Arsenal.
Jogando ao lado do colega de Seleção Gheorghe Popescu, dos brasileiros Capone, Jardel e Taffarel e de parte da base da Seleção Turca que naquela temporada conquistara vaga para a Europeu 2000 - Bülent Korkmaz, Ergün Penbe, Ümit Davala, Okan Buruk, Arif Erdem e Hakan Şükür, meses depois conquistou o seu último troféu como jogador, a Supertaça Europeia.
Novamente contra um favorito, nada menos que o Real Madrid.
Ainda no Sportul Studenţesc, estreou-se em 1983, ainda com 18 anos, pela Seleção Romena principal.
No ano seguinte, figurou com o país no Europeu de 1984, o primeiro torneio em que a Roménia se classificou desde o Mundial de 1970. Apesar do sucesso no futebol romeno na década de 1980, outra classificação só veio no Mundial de 1990. A Roménia acabou melancolicamente eliminada ainda nos oitavos-de-final, contra uma estreante Irlanda.
Quatro anos depois, Hagi teria atuações importantes no Mundial de 1994. Contra a favorita Colômbia, marcou um golo desferindo um remate a cinquenta metros de distância da baliza de Óscar Córdoba. Contra os EUA, demonstrou toda a sua liderança no elenco: marcava as faltas, os cantos e os pénaltis, sempre seguido pelos colegas.
Nos oitavos-de-final, eliminaram a Argentina por 3-2. Nos quartos-de-final foram eliminados pela Suécia nos pénaltis.
Após um péssimo Europeu de 1996, em que a Roménia perdeu os seus três jogos da primeira fase, Hagi conduziu a selecção a novo Mundial.
No Mundial de 1998, a selecção classificou-se em primeiro no grupo que continha a Inglaterra. Mas a promessa de uma campanha mais longa terminou logo nos oitavos-de-final, com derrota por 0-1 com a Croácia.
Aos 35 anos, embalado com o título na Taça da UEFA com o Galatasaray, despediu-se da Seleção após o Europeu 2000, onde novamente inspirou vitória sobre os ingleses e fez a Romênia passar pela primeira vez - e, até hoje, única - da primeira fase nas Europeus.
Nos quartos-de-final, a Roménia foi eliminada pela Itália.
Hagi estreou-se na nova função de treinador já em 2001, logo na Seleção da Roménia. Entretanto, não teve êxito na tentativa de classificar a selecção do seu país para o Mundial de 2002, sendo eliminado na repescagem pela Eslovénia. Foi substituído.
Voltou à Turquia em 2003, para treinar o Bursaspor e, no ano seguinte, regressava ao Galatasaray. Na sua ex-equipa, levantou o seu único troféu como técnico, uma Taça da Turquia.
Em 2007, foi a vez de comandar outro antigo clube: foi chamado pelo Steaua de Bucareste, que havia conseguido classificar-se para a fase de grupos da Liga dos Campeões da UEFA e fazia grandes investimentos para voltar a lutar por títulos continentais.
Hagi, porém, pediu demissão após aproximadamente três meses, aborrecido com as seguidas interferências do presidente do Steaua.
Em 2010, Hagi voltou ao comando técnico do Galatasaray.

A 5 de Fevereiro de 1948 - Nasceu Sven Göran Eriksson



Sven Göran Eriksson nasceu em Torsby/Suécia a 5 de fevereiro de 1948, é treinador sueco de futebol. Actualmente comanda o Shanghai Dongya.
Iniciou a sua carreira como treinador no Degefors IF, clube sueco.
Ao longo de sua carreira passou pelo IFK Göteborg, onde ganhou a Taça UEFA, a taça nacional sueca e o campeonato nacional.
Também esteve no Benfica, onde foi à final da Taça UEFA e da Liga dos Campeões quando lá esteve pela segunda vez, ganhou três campeonatos nacionais e uma Taça de Portugal, bem como uma Supertaça Cândido de Oliveira.
Treinou também em Itália, a AS Roma, a Fiorentina e a Lazio, onde ganhou a Taça das Taças.
Foi o treinador da seleção inglesa de 2001 até a final da participação da equipa no Mundial de 2006. Foi substituído no comando da seleção inglesa por Steve Mclaren.
Em Junho de 2008 deixou o cargo de treinador do Manchester City FC, equipa da Liga Inglesa de Futebol, para treinar a Seleção Mexicana de Futebol.
Em abril de 2009, Eriksson foi dispensado da seleção do México.
Em Julho, foi anunciado como diretor para o futebol do Notts County, da League Two, a Quarta Divisão do futebol da Inglaterra.
Mas em março de 2010, Eriksson foi anunciado como o novo treinador da Seleção da Costa do Marfim.
Esta foi o terceiro Mundial dele, que já havia treinado a Seleção da Inglaterra nos Mundiais de 2002 e 2006 e que acabou eliminado na primeira fase na África do Sul.
Depois, Eriksson acertou com o Leicester City, da segunda divisão inglesa, um contrato de dois anos.
Esteve em 2013, como coordenador técnico do Al-Nasr, do Emirados Árabes. ficando pouco tempo nesse cargo e clube, pois em junho do mesmo ano, foi anunciado como o novo treinador do Guangzhou R&F.

A 5 de Fevereiro de 1967 - Morreu Violeta Parra



Violeta Parra, a mãe da canção comprometida com a luta dos oprimidos e explorados! Uma grande lutadora!
Violeta del Carmen Parra Sandoval, mais conhecida por Violeta Parra morreu em Santiago do Chile a 5 de fevereiro de 1967, com 49 anos, devido a suicídio, foi uma compositora, cantora, artista plástica e ceramista chilena, considerada a mais importante folclorista daquele país e fundadora da música popular chilena.