terça-feira, 29 de dezembro de 2015

A 29 de Dezembro de 1896 - Nasceu David Alfaro Siqueiros



David Alfaro Siqueiros foi um dos maiores pintores mexicanos e um dos protagonistas do muralismo mexicano, juntamente com Orozco e Rivera.
Siqueiros nasceu a 29 de Dezembro de 1896, em Chihuahua, no México.
Frequentou a Academia de Bellas Artes de San Carlos e já aí se revelava a sua faceta de activista político. De facto, a actividade artística de Siqueiros foi sempre acompanhada de uma intensa actividade política e foi, em si própria, uma actividade política.
Comunista, convicto, esteve preso durante dois anos e lutou na guerra civil espanhola contra as tropas de Franco.
Siqueiros fez pintura de cavalete, mas distinguiu-se principalmente pela pintura mural, onde foi um inovador em termos técnicos. Siqueiros tinha uma grande preocupação em experimentar novos materiais e novas técnicas, tendo a sua investigação nesta área sido um importante contributo para a pintura mural.
A grande temática da sua obra é a revolução mexicana e o povo mexicano, que ele representa como o protagonista da luta por uma sociedade melhor, a sociedade socialista. A sua pintura é uma pintura de intervenção política, de crítica da sociedade capitalista e de defesa dos ideais comunistas, que em Siqueiros assumem uma dimensão monumental pela força e franqueza das suas convicções.
Da sua obra destacam-se Eco de um Grito (1937), Etnografia (1939), Coronelazo (1939), La Nueva Democracia (1939), Las Victimas de la Guerra (1939) Las Victimas del Fascismo (1939) e La Marcha de La Humanidad en America Latina (1965-1971).
Siqueiros também trabalhou nos E.U.A., o seu fresco no Plaza Art Center Tropical America - opressed and destroyed by the imperialists, causou uma polémica e indignação tão grandes que o obrigaram a sair do país para não ser deportado.
Siqueiros morreu a 6 de Janeiro de 1974, no México.
Entre 1922 e 1971 Siqueiros pintou uma superfície total de 9.000 m2, divididos por 17 edifícios no México, 3 nos EUA, 1 na Argentina, 1 no Chile e 2 em Cuba.