quarta-feira, 29 de julho de 2015

A 29 de Julho de 2008 - Morre António Arnão Metelo, em Macau, vítima de doença prolongada. Foi vice-primeiro-ministro de Vasco Gonçalves entre 08 de agosto e 19 de setembro de 1975



António Arnão Metelo, vice-Primeiro Ministro português do V Governo Povisório, liderado por Vasco Gonçalves, faleceu ontem no Hospital Conde de São Januário, vítima de doença prolongada, disse ao JTM um amigo próximo do engenheiro
António Carlos Magalhães Arnão Metelo, engenheiro civil que trabalhava em Macau desde a década de 90 no Laboratório de Engenharia Civil, foi vice-primeiro-ministro de Vasco Gonçalves entre 08 de Agosto de 1975 e 19 de Setembro do mesmo ano.
Antes tinha sido também ministro da Administração Interna do quarto Governo Constitucional, também liderado por Vasco Gonçalves entre 26 de Março de 1975 e 08 de Agosto do mesmo ano.
Ao longo da sua carreira político/militar, António Arnão Metelo foi também chefe do Estado Maior das Forças Armadas em Timor-Leste e representante no território do Movimento das Forças Armadas (MFA) na altura da guerra civil timorense que ditou o abandono da administração portuguesa e a invasão indonésia.
Em Macau, António Arnão Metelo esteve ligado à actividade na área da engenharia antes de ingressar no Laboratório de Engenharia Civil onde desempenhava as funções de chefe de departamento de estruturas.
António Arnão Metelo era também o decano dos ex-alunos do Colégio Militar residentes na RAEM. “É com profundo pesar que todos os ex-alunos do Colégio Militar e amigos, vêem partir o saudoso, António, que com ele privaram de perto”, disse ao JTM um elemento da Associação dos Antigos Alunos do Colégio Militar em Macau.